+351 800 500 128 - Linha livre para os residentes de Portugal

Tratamento de infertilidade

Perguntas sobre a infertilidade e o seu tratamento são levantadas em todo o mundo. Cada quinto casal vá às clínicas de reprodução com um problema tão delicado. Cerca de 50 milhões de famílias em idade reprodutiva precisam de tratamento sério usando métodos modernos.

Se depois de um ano de vida sexual regular sem contracepção, a notícia da gravidez não chegou à sua casa, vale a pena procurar ajuda médica. Quanto mais cedo um especialista em reprodução determinar o motivo que não permite engravidar, o mais fácil será resolver este problema no futuro.

Infertilidade feminina e masculina.

Quando um casal não tem filhos por muitos anos, geralmente, a sociedade sempre assume que a mulher é estéril. Segundo as estatísticas, 52% dos casais não podem conceber devido ao fator feminino, enquanto os restantes 48% têm um problema em um homem. Mas, em cerca de 30% dos casais ambos dos parceiros têm problemas. Considerando o fato de que a infertilidade masculina é menos tratável, os especialistas recomendam começar por uma visita a um andrologista.

Por que a gravidez não ocorre?

Existe um grande número de razões pelas quais um casal não possa conceber. As principais causas que levam à infertilidade feminina são: a ausência ou patologia do útero, inflamação e doenças infecciosas, distúrbios do ciclo, tumores, etc. Homens inférteis frequentemente têm distúrbios hormonais ou genéticos, consequências das DSTs, espermatozóides com baixa qualidade, etc.

As principais causas da infertilidade

Algumas décadas atrás, o diagnóstico de infertilidade foi considerado uma sentença. Com o desenvolvimento da medicina moderna e das tecnologias reprodutivas, isso é apenas uma incapacidade temporária de conceber. Os métodos contemporâneos de tratamento são capazes de lidar até mesmo com os casos mais complexos, que à primeira vista paracem não ter esperança. A coisa principal é entender que o caminho para o nascimento de um bebê será diferente para cada casal. Somente em estreita cooperação com os profissionais você pode alcançar o resultado desejado. Estamos prontos para percorrer este caminho difícil junto com vocês, apoiando e ajudando em todas as etapas. Cuidaremos de todas as dificuldades, tornando o processo confortável e agradável.

 A fertilização in vitro e a maternidade de substituição são as únicas tecnologias para o tratamento da infertilidade nos seguintes casos:

  • obstrução nas trompas de falópio;
  • patologia da cavidade uterina ou falta de um órgão;
  • anormalidades incuráveis no sistema reprodutivo masculino;
  • contra-indicações para gravidez e parto;
  • numerosas e mal sucedidas tentativas de fertilização in vitro.

Estatísticas e fatos sobre a maternidade de substituição

Esta tecnologia é bastante popular em todo o mundo, embora muitos países não permitam este método em uma base comercial. Aqui estão os dados estatísticos úteis sobre o processo de “barriga de aluguer”:

  • o número de crianças nascidas com a ajuda da fertilização in vitro ou a maternidade de substituição é de mais de 5 milhões;
  • cerca de um milhão de pacientes recorrem a esses métodos anualmente;
  • a probabilidade de ter gêmeos é de 30%;

Existem muitos mitos sobre essa tecnologia, alguns dos quais desejamos eliminar imediatamente:

  • os pais biológicos são indicados na certidão de nascimento, porque fornecem o material genético, e a criança não tem parentesco com a mãe substituta;
  • a fertilização in vitro não impedirá na futura possibilidade de conceber e dar à luz a um bebê naturalmente;
  • os “bebês da proveta” não são diferentes dos bebês concebidos naturalmente; a tecnologia não afeta o corpo de uma mulher e é absolutamente segura e tão natural quanto possível.

Ciclo de tratamento

Os pacientes frequentemente perguntam, como ocorre a concepção e quanto tempo todo o processo levará. O ciclo de tratamento dura cerca de 3 semanas, durante as quais é necessário visitar a clínica várias vezes. O processo ocorre em várias etapas:

  • estimulação da ovulação ou sincronização de ciclos de mãe biológica e da substituta;
  • coleta de oócitos;
  • fertilização in vitro;
  • transferência de embriões;
  • o resultado pode ser conhecido após 2 semanas;

Todas as fases são confortáveis e indolores para as mulheres, especialmente se você confia um processo tão complicado aos especialistas.